fbpx

Sindicatos preparam ações judiciais contra bancos por irregularidades no cálculo de pensões

Escrito por
Sindicatos preparam ações judiciais contra bancos por irregularidades no cálculo de pensões Foto © ON Centro

 

Os três sindicatos vêm contestando a forma como os bancos calculam a pensão de reforma a cargo da Segurança Social considerando que há reformados que estão a ser penalizados financeiramente e, segundo a informação divulgada, já obtiveram mais de 200 decisões judiciais favoráveis à sua causa e que condenam os bancos a devolver aos reformados bancários parte das pensões que abateram.

 

SBN, SBC e Mais Sindicato preparam centenas de ações judiciais contra bancos por cálculos errados em reformas da Segurança Social caso não sejam corrigidas as irregularidades, o que já pediram a Santander, Novo Banco, BPI e Montepio, disseram as estruturas em comunicado.

"Estes sindicatos enviaram uma comunicação aos bancos Santander, Novo Banco, BPI e Montepio no sentido de corrigirem a regra que aplicam na distribuição da pensão de reforma a cargo da Segurança Social no caso de bancários reformados que descontaram para este regime fora e dentro do setor", lê-se no comunicado hoje divulgado por Mais Sindicato, SBN – Sindicato dos Trabalhadores do Setor Financeiro de Portugal e SBC – Sindicato dos Bancários do Centro.

Os três sindicatos vêm contestando a forma como os bancos calculam a pensão de reforma a cargo da Segurança Social considerando que há reformados que estão a ser penalizados financeiramente e, segundo a informação divulgada, já obtiveram mais de 200 decisões judiciais favoráveis à sua causa e que condenam os bancos a devolver aos reformados bancários parte das pensões que abateram.

Após as decisões judiciais favoráveis, os sindicatos avisam que já estão a "ser instruídas centenas de ações para dar entrada nos tribunais nos próximos meses" se os bancos não corrigirem as situações.

Para SBN, SBC e Mais Sindicato a forma como os bancos calculam a pensão "consubstancia um corte ilegal na pensão de reforma dos reformados bancários em causa" e dizem que os tribunais (casos de Tribunal Constitucional, Supremo Tribunal de Justiça e Relações de Coimbra, Évora, Lisboa, Porto e Guimarães) "vêm repetidamente entendendo que a regra de três simples é a única que merece acolhimentos legal e constitucional”.

  

 

PUBLICIDADE



 




Programação do Centro de Artes de Águeda

 

Siga-nos nas redes sociais


[+] recentes Youtube ON Centro

















 

Shorts ON Centro @ Youtube

VER MAIS »»»

 

Partilhar

Últimos artigos


Sobre nós


Plataforma em rede de comunicação e divulgação

 
A ON CENTRO é uma rede digital de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro e informar junto do público nacional e estrangeiro.

Aceda aqui às notícias de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Santarém e Viseu; e do resto do País.

Other languages


Contactos


Morada

Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email
geral@on-centro.pt

Parcerias
Inês Vicente
oncentro.pt@gmail.com

Telefone (+351)
rede fixa nacional: 239 821 655
rede móvel: 933 075 555

 

 


Redes sociais


 


Newslettter

Subscreva a nossa newsletter para ficar a saber o que de importante acontece na região e no país.

Subscrever