fbpx
  • Boas Festas Aveiro - Município de Aveiro deseja a todos os munícipes, colaboradores, a toda a região, a Portugal e ao Mundo, Festas Felizes!
  • Águeda é Natal

Mira: Líder mundial de alfaias agrícolas investe 8,5 milhões em nova fábrica

Escrito por
Partilhar
Mira: Líder mundial de alfaias agrícolas investe 8,5 milhões em nova fábrica Foto © ON Centro

A empresa prevê início da sua atividade em Mira para o final do verão de 2022, e estima ter um volume de negócio de 25 milhões de euros e criar 250 postos de trabalho diretos, dois anos depois da sua abertura.

 

 

Aempresa francesa Pellenc, fundada em 1973, líder mundial na construção de alfaias e e equipamentos de suporte à agricultura, com um exercício anual a rondar os 290 milhões de euros, perspetiva com esta nova fábrica, produzir para o mercado nacional, mas também para o mercado internacional.

A nova fáabrica vai contar com mão de obra especializada, técnicos superiores e engenheiros. O projeto foi aprovado pelo município de Mira, que considera a construção desta fábrica na Zona Industrial do Montalvo uma “alavanca para aquela zona do concelho”, tendo em conta que se trata de uma zona com “problemas de desertificação”.

Para instalação desta multinacional, a Câmara Municipal de Mira vendeu um terreno na Zona Industrial do Montalvo com 120 mil metros quadrados, a 6,20€ por m2, para instalação desta unidade fabril

Na conferência de imprensa de aresentação desta nova unidade da empresa francesa, o presidente da Câmara de Mira, Raul Almeida, adiantou que em termos de infraestruturação da própria zona industrial, irá proceder às obras que correspondem a um investimento de 1,8 milhões de euros, e que contam com um financiamento de 85% de fundos comunitários.

 

 

“Ainda este mês vão ter início o trabalho de construção, de regularização do terreno e depois de construção da fábrica”, adiantou o edil do Município de Mira.

A Pellenc vai investir 8,5 milhões de euros na construção de uma unidade fabril na zona Industrial do Montalvo, em Mira, no distrito de Coimbra, prevendo criar 250 postos de trabalho.

Para o diretor da empresa, Romain Serratore, a escolha de Mira para a construção desta unidade fabril deve-se, nomeadamente, pela ligação de Mira "à terra" e por ser um “local a meio caminho entre a indústria que se está a criar e o artesanato que ainda assim se mantém”.

“Para iniciar a atividade o mais rapidamente possível, vamos iniciar com máquinas que já têm sido produzidas viradas para a vinicultura e vamos começar a produzir tudo o que esteja relacionado com árvores, nomeadamente com oliveiras e com amendoeiras e, ainda, com outro tipo de máquinas ainda a desenvolver”, explicou numa conferência de imprensa de apresentação do projeto, hoje, em Mira, Romain Serratore.

A empresa prevê início da sua atividade em Mira para o final do verão de 2022, e estima ter um volume de negócio de 25 milhões de euros e criar 250 postos de trabalho diretos, dois anos depois da sua abertura.

“Há cada vez mais população no planeta e cada vez menos mão de obra manual, daí a importância da mecanização do processo”, frisou Romain Serrator, acrescentando que “o que pretendemos construir em Portugal é o centro de excelência para as máquinas agrícolas."

 

 

 

PUBLICIDADE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Siga as notícias da Região Centro no FacebookInstagramTwitter e Youtube

    

 

Partilhar

Mídia

Deixe um comentário

Últimos artigos

Facebook

em Arquivo


Sobre nós

A Rede ON CENTRO é uma rede de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro, junto do público nacional e estrangeiro.
Aqui poderá aceder a informação da maior região do país, composta pelos distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu.

[Saber+]

 


Contactos

Morada:
Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email:
geral@on-centro.pt
agenda@on-centro.pt

Telefone:
+351 239 821 655 | +351 933 075 555

 

 

Newsletter

Fique a par das novidades da região.

 

Subscrever


Redes Sociais

Other languages

ptzh-CNenfrdeitjakorues