fbpx

Feira do Livro de Tomar

Descrição

A Feira do Livro tem entrada livre, de acordo com as regras da Direção Geral de Saúde, nos seguintes horários: sexta, dia 18, das 18h00 às 23h00; sábados das 11h00 às 23h00; domingo, dia 20, das 11h00 às 22h00 horas; segunda a quinta, das 14h00 às 22h00; sexta, 25, das 14h00 às 23h00; e domingo, 27, das 11h00 às 20h00.

 

 

Depois de um ano de interregno devido à pandemia, a Feira do Livro de Tomar está de regresso ao Complexo Cultural da Levada, no c oncelho de Tomar, no distrito de Santarém, entre os dias 18 e 27 de junho, numa iniciativa conjunta do Município e da Livraria Nova.

Como habitualmente, além da oportunidade de adquirir livros a preços tentadores, o certame terá uma programação variada, com a presença diária de autores de características diversificadas, desde o romancista Carlos Vale Ferraz que acaba de publicar “Angoche – Os fantasmas do Império”, à blogger Elisabete Bárbara conhecida pelo seu “Lado a lado”, passando pelo tomarense Luís Garcia que volta com novo livro sobre treinadores campeões, desta vez acerca da liderança de Rúben Amorim.

Também autores de livros que não deixam de nos inquietar como o jornalista Luís Osório com o seu “Ficheiros Secretos - Histórias Nunca Contadas da Política e da Sociedade Portuguesas” ou o médico Manuel Pinto Coelho que estará presente na primeira noite com “O segredo do sistema imunitário” ou ainda o ferreirense Tiago Antunes cujo livro “Joana” aborda a difícil questão da eutanásia.

À semelhança do que é comum, a Feira terá também uma atenção especial aos autores locais, estando já previstas as presenças de Vítor Manuel Marques que lançou “Essência” em 2020, José Morgado cujo “Balufe Balai” surgiu igualmente ainda no ano passado e Nuno Garcia Lopes que acaba de editar “Os balões que me ensinaram a voar”.

Mas haverá igualmente espaço para as edições do Município, entre as quais o novel livro sobre os dez anos do Bibliotecando. E, no último dia do evento, um dos momentos mais significativos do mesmo: a conversa “As três religiões que edificaram Tomar” que vai juntar três autores cujas obras foram publicadas pela autarquia: Maria José Ferro Tavares com “Tomar – A comunidade judaica”, Carlos Batata com “As origens de Tomar” e Carlos Trincão com “Tomar e os Templários”. Três livros que, no seu conjunto, ajudam a perceber a importância que as três religiões monoteístas tiveram na construção da cidade nabantina, pretexto para um colóquio que se prevê profícuo.

A Feira do Livro tem entrada livre, de acordo com as regras da Direção Geral de Saúde, nos seguintes horários: sexta, dia 18, das 18h00 às 23h00; sábados das 11h00 às 23h00; domingo, dia 20, das 11h00 às 22h00 horas; segunda a quinta, das 14h00 às 22h00; sexta, 25, das 14h00 às 23h00; e domingo, 27, das 11h00 às 20h00.

 

 

PUBLICIDADE


 

 

 

 

 

 

Siga as notícias da Região Centro no FacebookInstagramTwitter e Youtube

    

 


© ON CENTRO | Todos os Direitos Reservados | Designed by WYSiWYG