fbpx
segunda-feira, 27 maio 2019 12:01

E as melhores são de onde?

Partilhe com os seus amigos!

Doces e carnudas, de cor vermelho-paixão ou quase pretas, as cerejas são um dos frutos mais apetecíveis, sendo igualmente benéficas para a saúde. Ricas em vitaminas e minerais podem ser consumidas de diversas formas: desde o licor à sangria, desde o pão e ao arroz doce, as opções são inúmeras.

 

Já provou cerejas este ano? Enchem os campos de cor branca na altura da floração e, mais tarde, entre maio e junho, o vermelho torna-se a cor predominante na época da colheita. Os produtores não têm mãos a medir e a clientela não é difícil de conquistar. Doces e carnudas, de cor vermelho-paixão ou quase pretas, as cerejas são um dos frutos mais apetecíveis, sendo igualmente benéficas para a saúde. Ricas em vitaminas e minerais podem ser consumidas de diversas formas: desde o licor à sangria, desde o pão e ao arroz doce, as opções são inúmeras.

Os preços podem ir dos 3€/kg aos 7€/kg, conforme o calibre, sendo o ponto alto da sua qualidade no início de junho, se as condições meteorológicas assim o permitirem.

Nesta altura, há inúmeras atividades em torno da cereja, como visitas turísticas, passeios pedestres, e até o apadrinhamento de cerejeiras.

Imaginação também não falta e nada se desperdiça: até mesmo os caroços e os pés da fruta são aproveitados. Os caroços são utilizados para encher almofadas e os pés da fruta servem para fazer chá. Estando oficialmente aberta a época deste fruto, conheça as cerejas e as festas em sua honra na região Centro.

 

Proença-a-Nova

Há quem diga que as cerejas de Proença-a-Nova são uma das primeiras cerejas a amadurecer na região, enchendo os vários hectares da vila portuguesa. Sendo uma referência em termos de qualidade e excelência no concelho, a cereja de Proença até tem direito a um Festival, onde este fruto é rei.

Com a participação de diversos produtores, o Festival da Cereja e do Limão tem lugar em Montes da Senhora, freguesia pertencente ao concelho de Proença, no final de maio. A cereja e o limão são considerados dois dos recursos produzidos no concelho com maior importância.  

 

Fundão/Cova da Beira

As cerejas do Fundão são produzidas no concelho com o mesmo nome e a sua produção é muito reputada desde há vários séculos. Na Serra da Gardunha, as condições são ideais para a produção deste fruto, o que lhe confere um sabor particular. Considerado um produto gastronómico de excelência, já foram muitos os pratos criados nos restaurantes e pastelarias locais de forma a destacar este fruto (Bombons de Cereja do Fundão, Pastéis de Cereja do Fundão, entre outros).

A Cereja do Fundão move multidões e gera milhões de euros para a economia local, mais precisamente 20 milhões de euros. Diz a Câmara Municipal do Fundão que este é o peso real da cereja na economia da região, um setor em crescimento que dá emprego a cerca de 1500 pessoas. Atraídos sobretudo pelas cerejas, cerca de 135 mil turistas visitam o Fundão por ano. Com 300 habitantes, a freguesia de Alcongosta, em plena Serra da Gardunha, é a verdadeira capital da cereja do Fundão.

Como não poderia deixar de ser, as tão famosas cerejas do Fundão são igualmente celebradas, com a “Festa da Cereja do Fundão”, que ocorre de 7 a 10 de junho.

 

Resende

É em Resende, concelho pertencente ao distrito de Viseu, que podemos encontrar outra das cerejas mais apreciadas do país, um produto que pretende desenvolver a economia local e, claro, colocar Resende no mapa.

É já nos próximos dias 1 e 2 de junho que as cerejas são recebidas em Resende para uma grande festa. Toneladas de cerejas são comercializadas no “Festival da Cereja de Resende”, não deixando de parte diversas atrações, onde a cereja é o tema principal.

 

Penajóia

Situada em Lamego, a freguesia de Penajóia reúne todos os anos diversos produtores de cereja na “Montra de Cereja da Penajóia”. Vendida ao mesmo preço, as cerejas deste local destacam-se pela sua doçura e textura, devido às especificidades do solo. Este ano o evento decorreu no passado fim-de-semana, 25 e 26 de maio, onde foram vendidas mais de 14 toneladas deste fruto. É considerada a primeira cereja de toda a Europa a surgir no mercado.

 

 

Acompanhe todas as novidades da Rede ON Centro no Facebook e Instagram

 

Partilhe com os seus amigos!

Deixe um comentário

Últimos artigos

Artigos recomendados

Artigos mais lidos

Instagram ON Centro

Facebook


Sobre nós

A Rede ON CENTRO é uma rede de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro, junto do público nacional e estrangeiro.
Aqui poderá aceder a informação da maior região do país, composta pelos distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu.

[Saber+]

 


Contactos

Morada:
Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email:
geral@on-centro.pt
agenda@on-centro.pt

Telefone:
+351 239 821 655 | +351 933 075 555

 

 

Newsletter

Fique a par das novidades da região.

 

Subscrever


Redes Sociais

Other languages

ptzh-CNenfrdeitjakorues