fbpx
domingo, 18 dezembro 2022 13:07

CNA muito preocupada com estimativa de quebra de rendimento na agricultura

Partilhar
CNA muito preocupada com estimativa de quebra de rendimento na agricultura Foto © ON Centro

 

A confederação, em comunicado divulgado esta sexta-feira, dia 16, começa por dizer que foi sem surpresa, mas com muita preocupação, que analisou os dados do INE, que confirmaram aquilo que a CNA, as suas filiadas e os pequenos e médios agricultores têm denunciado, particularmente neste último ano, em que se agravaram "de forma dramática" as dificuldades no setor, sem a tomada das medidas necessárias para as solucionar.

 

OConfederação Nacional da Agricultura - CNA reagiu na sexta-feira, 16 de dezembro, com "muita preocupação" à estimativa de descida de 11,8% no rendimento da atividade agrícola este ano, divulgada pelo INE, e insistiu que o Governo tem de tomar medidas urgentes.

A estimativa do Instituto Nacional de Estatística (INE), divulgada na quinta-feira, dia 15, indica que o rendimento da atividade agrícola, em termos reais, por unidade de trabalho ano, deverá cair 11,8%, situação que não ocorria desde 2011, levando a CNA a salientar que a defesa do rendimento dos agricultores "é determinante para a vitalidade" do setor e da economia nacional e para garantir a soberania alimentar do país.

A confederação, em comunicado divulgado esta sexta-feira, dia 16, começa por dizer que foi sem surpresa, mas com muita preocupação, que analisou os dados do INE, que confirmaram aquilo que a CNA, as suas filiadas e os pequenos e médios agricultores têm denunciado, particularmente neste último ano, em que se agravaram "de forma dramática" as dificuldades no setor, sem a tomada das medidas necessárias para as solucionar.

A CNA lembra ainda que o aumento dos custos dos fatores de produção (alimentos compostos para animais mais 31,6%, energia mais 34,5% e adubos e corretivos de solo mais 38,6%), muito impulsionado por uma forte especulação, teve um impacto negativo no rendimento dos agricultores, "que não conseguem escoar a produção a preços justos e capazes de compensar" estes aumentos.

"A situação é tanto mais grave na medida em que o rendimento dos agricultores já antes era de cerca de metade do rendimento dos demais cidadãos e as medidas de apoio decretadas deixam de fora milhares de pequenos e médios produtores", destaca no comunicado.

A confederação reforça a necessidade de o executivo tomar medidas concretas para resolver as dificuldades, para regular e assegurar o escoamento dos produtos agrícolas, pecuários e florestais a preços justos à produção, ou para o controlo dos preços dos fatores de produção, designadamente combustíveis, energia, fitofármacos, fertilizantes, sementes, rações para animais, maquinarias, entre outros;

A CNA defende também a promoção e adoção regulamentar dos circuitos curtos e mercados de proximidade, designadamente através de cantinas e outros estabelecimentos públicos, a regulamentação da atividade comercial dos hipermercados e grandes superfícies comerciais, a proibição da venda com prejuízo em todos os elos da cadeia agroalimentar e a regulamentação e controlo das importações para salvaguardar a comercialização da produção nacional.

 


PUBLICIDADE




 

Siga as notícias da Região Centro no FacebookInstagramTwitter e Youtube

 

Mais recentes no Instagram

 

Em destaque no YouTube







 

 

 

Partilhar

Deixe um comentário

Últimos artigos

Próximos eventos

 

Facebook


Sobre nós


Plataforma em rede de comunicação e divulgação

 
A ON CENTRO é uma rede digital de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro e informar junto do público nacional e estrangeiro.

Aceda aqui às notícias de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Santarém e Viseu; e do resto do País.

Other languages

ptzh-CNenfrdeitjakorues


Contactos


Morada

Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email
geral@on-centro.pt

Parcerias
Inês Vicente
oncentro.pt@gmail.com

Publicidade
Manuel Borges
publicidade.oncentro.pt@gmail.com

Telefone (+351)
239 821 655
933 075 555

 

 


Redes sociais


 


Newslettter

Subscreva a nossa newsletter para ficar a saber o que de importante acontece na região e no país.

Subscrever