fbpx
domingo, 19 maio 2024 16:28

Consumo do azeite baixou 11% em 2023 por causa do aumento vertiginoso do preço

 

Segundo dados divulgados em 27 de fevereiro pelo Eurostat, o preço do azeite subiu em janeiro 69% em Portugal, registando o maior aumento homólogo do produto, que na média da União Europeia (UE) aumentou 50%.

 

Opresidente do Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo (CEPAAL) disse hoje que, apesar do aumento vertiginoso do preço do azeite, a quebra no consumo português “foi apenas de 11%” em 2023.

“É interessante que, apesar deste aumento vertiginoso dos preços, que aumentaram mais de 100%, a quebra no consumo português no ano todo de 2023, entre dezembro de 2022 e dezembro de 2023, foi apenas 11%”, afirmou Gonçalo Morais Tristão, que falava em Valpaços, à margem da 7.ª edição do Congresso Nacional do Azeite.

O responsável considerou que “é uma quebra importante, mas que, comparando com o aumento dos preços, significa que o consumidor é resiliente, gosta de azeite e não quer mudar para outro óleo ou outra gordura”.

O preço do azeite foi um dos temas em debate no congresso que junta, em Trás-os-Montes, profissionais da área. Em todo o mundo o preço do azeite aumentou de forma exponencial nos últimos meses, transformando-o no novo “ouro verde” e colocando mais e novos desafios ao setor olivícola e oleícola nacional.

Gonçalo Morais Tristão referiu que se verificaram alterações no consumo já que, por exemplo, o consumidor que ia ao lagar ou lojas comprar garrafões de cinco litros de azeite, passou a comprar garrafões de três litros, mas “não deixando de comprar”.

“Tanto que os produtores também começaram a ter que criar novos formatos para venda de azeite”, frisou.

Segundo dados divulgados em 27 de fevereiro pelo Eurostat, o preço do azeite subiu em janeiro 69% em Portugal, registando o maior aumento homólogo do produto, que na média da União Europeia (UE) aumentou 50%.

De acordo com os dados do serviço estatístico europeu, na UE, o preço do azeite disparou na segunda metade de 2023, com um pico inflacionário de 51% em novembro, face ao mesmo mês de 2022.Em dezembro de 2023, o aumento homólogo do preço do azeite abrandou ligeiramente para 47% e voltou a acelerar em janeiro.

Em janeiro, o preço do azeite aumentou em todos os Estados-membros.

Fracas produções em Espanha nas duas últimas campanhas, que produz cerca de 40 a 50% da produção mundial de azeite, alterações climáticas e a inflação decorrente da pandemia de covid-19 e da guerra da Ucrânia, foram fatores que, segundo o dirigente, fizeram aumentar o preço do azeite.

Agora, acrescentou, se a campanha deste ano e nos próximos for boa “é natural que os preços desçam”.

“Não me pergunte exatamente para que valor, mas é natural que desçam”, realçou, mas, acrescentou, não para valores como os verificados há uns anos em que o quilo do azeite era vendido a cerca de dois euros.

“E isso é bom para todos, para o produtor e para o consumidor, porque o consumidor também tem que valorizar o produto excelente que fazemos em Portugal”, salientou.

Organizado pelo CEPAAL, em parceria com a Câmara de Valpaços, o Congresso Nacional do Azeite realiza-se no âmbito da Feira Nacional de Olivicultura, que decorre entre hoje e domingo.

Segundo a organização, o congresso quer “contribuir para a dinamização do setor olivícola e oleícola nacional, um dos mais importantes da economia nacional”.

Desde o ano 2000 a produção nacional de azeite mais do que quintuplicou e as exportações aumentaram já mais de 12 vezes, ultrapassando a fasquia dos mil milhões de euros em 2023.

 

PUBLICIDADE









Programação do Centro de Artes de Águeda

 

 

Siga-nos nas redes sociais


[+] de Youtube ON Centro






 

Shorts ON Centro @ Youtube



Viver a Vida intensamente,
sempre, sempre, sempre! (...)






O Amor é Importante!


 

Bebe, bebe, bebe!




VER MAIS »»»

 

Partilhar

Últimos artigos

Agenda de eventos

Águeda: 'Suécia' no CAA
Águeda: 'Suécia' no CAA
Sex. 14/06 21:30 - 23:00
Sertã: Produtos da Terra
Sertã: Produtos da Terra
Dom. 16/06 09:00 - 18:00
Sertã: X Festival de Cerveja Artesanal (Provart)
Sertã: X Festival de Cerveja Artesanal (Provart)
Qui. 20/06 09:00 - Dom. 23/06 18:00
Lousã: Festas de São João
Lousã: Festas de São João
Qui. 20/06 21:30 - Ter. 25/06
AgitÁgueda 2024
AgitÁgueda 2024
Sáb. 06/07 - Dom. 28/07
AgitÁgueda 2024: Manu Chao
AgitÁgueda 2024: Manu Chao
Ter. 16/07 22:00
Mira: Festas de São Tomé
Mira: Festas de São Tomé
Sáb. 20/07 - Qui. 25/07
Aveiro: Festival Dunas de São Jacinto
Aveiro: Festival Dunas de São Jacinto
Sex. 23/08 - Dom. 25/08
Mira: Campeonato Europeu de Aquabike
Mira: Campeonato Europeu de Aquabike
Sex. 27/09 - Dom. 29/09

Agenda de eventos

Águeda: 'Suécia' no CAA
Águeda: 'Suécia' no CAA
Data Sex. 14/06 21:30 - 23:00
Sertã: Produtos da Terra
Sertã: Produtos da Terra
Dom. 16/06 09:00 - 18:00
Góis: Exposição 'WeNature'
Góis: Exposição 'WeNature'
Seg. 17/06 - Sex. 28/06
Sertã: X Festival de Cerveja Artesanal (Provart)
Sertã: X Festival de Cerveja Artesanal (Provart)
Qui. 20/06 09:00 - Dom. 23/06 18:00
Lousã: Festas de São João
Lousã: Festas de São João
Qui. 20/06 21:30 - Ter. 25/06
Góis: Santos Populares de Góis 2024
Góis: Santos Populares 2024
Sáb. 22/06 21:30
AgitÁgueda 2024
AgitÁgueda 2024
Sáb. 06/07 - Dom. 28/07
AgitÁgueda 2024: Manu Chao
AgitÁgueda 2024: Manu Chao
Ter. 16/07 22:00
Mira: Festas de São Tomé
Mira: Festas de São Tomé
Sáb. 20/07 - Qui. 25/07
Aveiro: Festival Dunas de São Jacinto
Aveiro: Festival Dunas de São Jacinto
Sex. 23/08 - Dom. 25/08
Aveiro: Nova Agrovouga 2024
Aveiro: Nova Agrovouga 2024
Sex. 15/11 - Dom. 24/11


Sobre nós


Plataforma em rede de comunicação e divulgação

 
A ON CENTRO é uma rede digital de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro e informar junto do público nacional e estrangeiro.

Aceda aqui às notícias de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Santarém e Viseu; e do resto do País.

Other languages


Contactos


Morada

Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email
geral@on-centro.pt

Parcerias
Inês Vicente
oncentro.pt@gmail.com

Telefone (+351)
rede fixa nacional: 239 821 655
rede móvel: 933 075 555

 

 


Redes sociais


 


Newslettter

Subscreva a nossa newsletter para ficar a saber o que de importante acontece na região e no país.

Subscrever