fbpx
quarta-feira, 03 março 2021 14:42

Coimbra: Centro de investigação testa 2 mil fármacos contra o novo coronavírus

Partilhar:
Coimbra: Centro de investigação testa 2 mil fármacos contra o novo coronavírus Foto: Autolac

Até ao momento, o CNC já testou 700 de uma biblioteca de 2.000 fármacos existentes no mercado para tratar outras doenças, tendo registado "resultados promissores" em mais de uma dezena, afirmou à agência Lusa o presidente do centro.

 

 

OCentro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) da Universidade de Coimbra está a testar cerca de 2 mil fármacos contra a covid-19, utilizando uma espécie de réplica do novo coronavírus.

Até ao momento, o CNC já testou 700 de uma biblioteca de 2.000 fármacos existentes no mercado para tratar outras doenças, tendo registado "resultados promissores" em mais de uma dezena, afirmou à agência Lusa o presidente do centro, Luís Pereira de Almeida.

A instituição da Universidade de Coimbra está a recorrer à ViraVector, infraestrutura coordenada por Luís Pereira de Almeida, que produz "vetores virais" - vírus modificados para a transferência de genes para células ou animais com vista à investigação ou ao teste com medicamentos e terapias avançadas, explicou.

No caso da covid-19, o centro produz um vírus sem qualquer característica patogénica que tem à sua superfície a proteína da espícula do novo coronavírus, permitindo produzir um vírus "inofensivo, que não causa a doença, mas que se comporta como a covid-19", salientou.

Para verificar a capacidade de fármacos inibirem ou agravarem a infeção por covid-19, os investigadores criam também "células modificadas para ter o recetor que também se encontra nos nossos pulmões e que permite à covid-19 ser internalizada".

"Colocamos sobre as células diferentes fármacos e depois, em seguida, colocamos os vírus. Os vírus cuja interação com o recetor [das células] for inibida não vão entrar dentro das células. Estes vírus, para além da espícula [do novo coronavírus], transportam um gene que depois nos permite avaliar a transgressão das células-alvo. Ou seja, um gene que vai emitir luz quando colocamos um reagente sobre as células", contou Luís Pereira de Almeida.

Com esta técnica, os investigadores conseguem avaliar a capacidade de infeção do novo coronavírus.

"Quanto mais luz for emitida pelas células, mais o vírus infetou. Quanto menos luz, mais o fármaco inibiu a infeção", referiu.

Segundo o presidente do CNC, "os resultados são muito interessantes", com a equipa a ter encontrado, por um lado, "fármacos que inibem essa interação do vírus com as células e, por outro lado, fármacos que aumentam a extensão da infeção das células pelo vírus", o que, a confirmar-se, poderá levar à recomendação da não utilização de determinados medicamentos em pessoas infetadas com covid-19.

Luís Pereira de Almeida espera ainda este ano publicar resultados sobre os testes que estão a ser feitos, mas salienta que agora o CNC tem que voltar a repetir os ensaios com os fármacos promissores e com aqueles que aumentaram a infeção.

"Vamos repetir esse estudo e depois vamos repetir em células que são mais relevantes, nomeadamente do epitélio pulmonar, e só depois teremos que testar com o covid-19 e não com este modelo experimental", salientou.

No entanto, o presidente do CNC realçou que, após todos os resultados confirmados e publicados, "seria fácil de um dia para o outro começar a utilizar esses fármacos para evitar a infeção pela covid-19", uma vez que toda a biblioteca de medicamentos testados estão aprovados pela entidade reguladora norte-americana.

 

PUBLICIDADE

 

 


 

Siga as notícias da Região Centro no FacebookInstagramTwitter e Youtube

    

 

 

Deixe um comentário

Últimos artigos

Próximos eventos

Facebook

em Arquivo


Sobre nós

A Rede ON CENTRO é uma rede de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro, junto do público nacional e estrangeiro.
Aqui poderá aceder a informação da maior região do país, composta pelos distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu.

[Saber+]

 


Contactos

Morada:
Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email:
geral@on-centro.pt
agenda@on-centro.pt

Telefone:
+351 239 821 655 | +351 933 075 555

 

 

Newsletter

Fique a par das novidades da região.

 

Subscrever


Redes Sociais

Other languages

ptzh-CNenfrdeitjakorues