fbpx

Góis quer criar 'Condomínio de Aldeia' em três localidades este ano

Escrito por
Partilhar
Góis quer criar 'Condomínio de Aldeia' em três localidades este ano Foto © ON Centro

 

Entre as ações a realizar, destaca-se a redução das faixas de gestão de combustível, beneficiação da rede de pontos de água, controlo de espécies invasoras e reconversão de espaços florestais com aposta no medronheiro, carvalho e oliveiras.

  

OMunicípio de Góis, no distrito de Coimbra, anunciou na sexta-feira, 22 de abril, que vai avançar ainda este ano com os projetos de Condomínio de Aldeia em três localidades, que totalizam uma intervenção no espaço florestal em redor daqueles aglomerados de cerca de 37 hectares.

Segundo o presidente da Câmara, o município, que conta com candidaturas aprovadas pelo Fundo Florestal Permanente, vai efetuar intervenções em Cadafaz (12,3 ha), Sacões (10,4 ha) e Colmeal (14,7 ha).

Rui Sampaio salienta que estas povoações eram aquelas que reuniam as melhores condições para serem enquadradas no projeto Condomínio de Aldeia, que tem como objetivo primordial atuar em territórios vulneráveis, ao nível da perigosidade de incêndio e da ocupação e uso do solo atual.

A intervenção nestas três aldeias localizadas em territórios de floresta representa um investimento superior a 133 mil euros, que é financiado em parte pelo Fundo Florestal Permanente.

Entre as ações a realizar, destaca-se a redução das faixas de gestão de combustível, beneficiação da rede de pontos de água, controlo de espécies invasoras e reconversão de espaços florestais com aposta no medronheiro, carvalho e oliveiras.

Desde 2021, que o município de Góis, envolvido por uma enorme mancha florestal, tem efetuado intervenções em Tarrastal e Roda Fundeiras, numa área de 8,2 ha, tendo investido quase 47 mil euros.

“Nas localidades já abrangidas pelo projeto nota-se que a intervenção protege os aglomerados populacionais”, disse Rui Sampaio.

O autarca adiantou que o município já tem 15 aglomerados inseridos no projeto Aldeias Seguras, lançado após os incêndios de 2017, a quem foram entregues ‘kits’ de primeira intervenção em caso de incêndio florestal, e nomeados 25 oficiais de segurança.

“Numa segunda fase, a avançar este ano, tencionamos envolver mais 48 aglomerados de aldeia, nas quatro freguesias do concelho”, anunciou o presidente da Câmara, referindo que semanalmente estão a ser efetuadas reuniões para dar continuidade àquele trabalho.

Segundo o autarca, trata-se de um trabalho “que não se consegue fazer com rapidez, já que as aldeias têm poucas pessoas e já envelhecidas”.

 

PUBLICIDADE


  

 

 

 

 

Siga as notícias da Região Centro no FacebookInstagramTwitter e Youtube

    

 

Partilhar

Mídia

Deixe um comentário

Últimos artigos

 

Facebook

em Arquivo


Sobre nós

A Rede ON CENTRO é uma rede de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro, junto do público nacional e estrangeiro.
Aqui poderá aceder a informação da maior região do país, composta pelos distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu.

[Saber+]

 


Contactos

Morada:
Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email:
geral@on-centro.pt
agenda@on-centro.pt

Telefone:
+351 239 821 655 | +351 933 075 555

 

 

Newsletter

Fique a par das novidades da região.

 

Subscrever


Redes Sociais

Other languages

ptzh-CNenfrdeitjakorues