fbpx

Águeda: Município compra dois terrenos para a 2.ª fase da obra para o controlo de cheias

Águeda: Município compra dois terrenos para a 2.ª fase da obra para o controlo de cheias Foto: MA

 

A segunda fase da intervenção referente ao sistema de drenagem da cidade, entre a Capela de Paredes e o Posto de Turismo de Águeda, implica um investimento de 1,99 milhões de euros e replica o modelo implementado na zona da primeira fase, na baixa da cidade, com a construção de uma estação elevatória, criação de válvulas de retenção e bombas para “forçar” a água a entrar no rio, deixando toda a envolvente a seco.

 

ACâmara Municipal de Águeda adquiriu dois terrenos, em Paredes, próximo do antigo IVV (Instituto da Vinha e do Vinho), no decurso da segunda fase das intervenções estruturais para o controlo de cheias; informou a CMA, esta quarta-feira, 15 de novembro.

Em causa está a construção da estação elevatória e de um muro de proteção contra as cheias que, com a aquisição dos dois lotes, no valor global de cerca de 78 mil euros, ficam melhor localizados e com condições mais adequadas de utilização, complementando a obra em curso, que permitem melhorar o projeto e dar uma resposta mais eficaz às necessidades da obra; salienta a autarquia.

No primeiro lote adquirido, já em dezembro do ano passado, está a ser construída a estação elevatória, enquanto o segundo, comprado esta semana, permite que o muro de contenção que está a ser construído tenha um outro alinhamento estrutural, retirando uma zona em forma de “bico”.

Com a aquisição deste lote, habitualmente utilizado para a Festa de Nossa Senhora da Ajuda, o muro passa a fazer um eixo retangular e o restante espaço de terreno passa para domínio público, ampliando a zona de fruição pedonal.

A segunda fase da intervenção referente ao sistema de drenagem da cidade, entre a Capela de Paredes e o Posto de Turismo de Águeda, implica um investimento de 1,99 milhões de euros e replica o modelo implementado na zona da primeira fase, na baixa da cidade, com a construção de uma estação elevatória, criação de válvulas de retenção e bombas para “forçar” a água a entrar no rio, deixando toda a envolvente a seco.

“O resultado comprovado no último inverno e já este ano com as primeiras chuvas e constantes alertas de subida de caudal do rio atestam que o sistema funciona e que mantém toda a zona da baixa a ‘seco’”, disse Jorge Almeida, Presidente da Câmara de Águeda, acrescentando que esta segunda fase, usando o eixo da antiga estrada nacional, vai permitir que a zona de Paredes fique “muito mais resistente à possibilidade de uma cheia”.

 

 

PUBLICIDADE



 




Programação do Centro de Artes de Águeda

 

Siga-nos nas redes sociais


[+] recentes Youtube ON Centro

















 

Shorts ON Centro @ Youtube

VER MAIS »»»

 

Partilhar

Últimos artigos


Sobre nós


Plataforma em rede de comunicação e divulgação

 
A ON CENTRO é uma rede digital de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro e informar junto do público nacional e estrangeiro.

Aceda aqui às notícias de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Santarém e Viseu; e do resto do País.

Other languages


Contactos


Morada

Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email
geral@on-centro.pt

Parcerias
Inês Vicente
oncentro.pt@gmail.com

Telefone (+351)
rede fixa nacional: 239 821 655
rede móvel: 933 075 555

 

 


Redes sociais


 


Newslettter

Subscreva a nossa newsletter para ficar a saber o que de importante acontece na região e no país.

Subscrever