fbpx

Incêndios custaram 377,2 milhões de euros em 2023 em Portugal

Escrito por
Incêndios custaram 377,2 milhões de euros em 2023 em Portugal Foto: MG

 

Só em Portugal, o custo dos incêndios florestais de 2023 ascendeu a 377,2 milhões de euros, numa área ardida de 36.498 hectares, segundo os cálculos desta instituição financeira internacional incluídos nos documentos.

 

Os incêndios florestais tiveram um custo total de 77 mil milhões de euros na Europa em 2023, o ano mais quente de que há registo, com um peso de 377,2 milhões em Portugal, revelam dados do Banco Mundial.

Num conjunto de relatórios sobre “economia para a prevenção e preparação para catástrofes nos Estados-membros e países da União Europeia” publicados, o Banco Mundial (num projeto realizado em parceria e financiado pela Comissão Europeia) indica que “2023 foi o ano mais quente de que há registo, com catástrofes em toda a Europa que custaram mais de 77 mil milhões de euros”.

Só em Portugal, o custo dos incêndios florestais de 2023 ascendeu a 377,2 milhões de euros, numa área ardida de 36.498 hectares, segundo os cálculos desta instituição financeira internacional incluídos nos documentos.

Ainda assim, no ano passado no país, o número de hectares de terra ardida em comparação com a média anual de incêndios florestais desde 2006 foi menos 62%, sendo Portugal o sétimo país da União Europeia (UE) com menos danos causados pelos fogos (atrás da Suécia, Polónia, Croácia, Hungria, Holanda e Eslovénia).

Em comunicado, o Banco Mundial sublinha que “a Europa está a aquecer mais rapidamente do que qualquer outro continente e é altamente vulnerável aos riscos crescentes associados às alterações climáticas”, tendo registado, nas últimas décadas, “perdas e destruição avassaladoras - e crescentes - devido a catástrofes relacionadas com o clima”.

Por essa razão, a UE precisa, na visão da instituição financeira internacional, de “investimentos inteligentes para reforçar a resiliência às catástrofes, a adaptação e o financiamento da resposta aos riscos climáticos e de catástrofes”.

Até porque “os custos projetados da inação num cenário de aquecimento elevado podem atingir 7% do PIB [Produto Interno Bruto] da UE”, alerta o Banco Mundial.

Especificamente na UE, os custos de adaptação às alterações climáticas até à década de 2030 poderão situar-se entre 15 mil milhões e 64 mil milhões de euros por ano, antevendo-se uma escala necessária de financiamento da adaptação entre 0,1% e 0,4% do PIB da UE, de acordo com o organismo.

Não são disponibilizados nos relatórios dados sobre Portugal nesta matéria.

Nos documentos sobre a economia da prevenção e preparação para catástrofes, o Banco Mundial conclui que, embora os países europeus estejam a tomar medidas importantes para aumentar a resiliência, é necessário fazer mais”, como por exemplo investir em setores prioritários para maximizar os benefícios sociais, fazer análises sobre custos futuros da adaptação às alterações climáticas e avançar com uma gestão eficiente das finanças públicas, “afetadas por múltiplas catástrofes todos os anos”.

 

PUBLICIDADE







Programação do Centro de Artes de Águeda

 

 

Siga-nos nas redes sociais


[+] de Youtube ON Centro






 

Shorts ON Centro @ Youtube



Viver a Vida intensamente,
sempre, sempre, sempre! (...)






O Amor é Importante!


 

Bebe, bebe, bebe!




VER MAIS »»»

 

Partilhar

Últimos artigos

Agenda de eventos

Aveiro: Quis saber quem sou
Aveiro: Quis saber quem sou
Sáb. 25/05 21:30
Aveiro: Pedro Mafama
Aveiro: Pedro Mafama
Sex. 31/05 21:30
Águeda: Sérgio Godinho e Os Assessores no Centro de Artes
Águeda: Sérgio Godinho e Os Assessores
Sex. 07/06 21:30 - 23:00
Águeda: 'Suécia' no CAA
Águeda: 'Suécia' no CAA
Sex. 14/06 21:30 - 23:00
AgitÁgueda 2024
AgitÁgueda 2024
Sáb. 06/07 - Dom. 28/07
AgitÁgueda 2024: Manu Chao
AgitÁgueda 2024: Manu Chao
Ter. 16/07 22:00
Mira: Festas de São Tomé
Mira: Festas de São Tomé
Sáb. 20/07 - Qui. 25/07


Sobre nós


Plataforma em rede de comunicação e divulgação

 
A ON CENTRO é uma rede digital de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro e informar junto do público nacional e estrangeiro.

Aceda aqui às notícias de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Santarém e Viseu; e do resto do País.

Other languages


Contactos


Morada

Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email
geral@on-centro.pt

Parcerias
Inês Vicente
oncentro.pt@gmail.com

Telefone (+351)
rede fixa nacional: 239 821 655
rede móvel: 933 075 555

 

 


Redes sociais


 


Newslettter

Subscreva a nossa newsletter para ficar a saber o que de importante acontece na região e no país.

Subscrever