fbpx

Coimbra: Sé Velha encheu-se para ver a serenata monumental, ilegal e silenciosa

Escrito por
Coimbra: Sé Velha encheu-se para ver a serenata monumental, ilegal e silenciosa Foto © ON Centro

 

Chegada a meia-noite, a Canção de Coimbra foi ouvida pelo Largo da Sé Velha, durante pouco mais de meia hora (o pedido de manifestação era até às 00:30), com a grande maioria a acatar o pedido de silêncio.

 

OLargo da Sé Velha de Coimbra esteve hoje completamente cheio de estudantes para ver a serenata monumental, que contornou a vontade da PSP, que queria que o evento se realizasse na Sé Nova.

“Há sempre alguém que resiste. Há sempre alguém que diz não”, cantou-se por toda a Sé Velha, no final de uma serenata que esteve em risco de não acontecer, e que trocou a habitual “Balada de Despedida” pela “Trova do Vento Que Passa”, canção de Adriano Correia de Oliveira, criada durante o Estado Novo.

A serenata monumental, que marca o arranque da Queima das Fitas e que é um dos momentos mais simbólicos da festa dos estudantes, esteve em risco de não acontecer, depois de a comissão organizadora ter anunciado na segunda-feira que o evento teria de se realizar na Sé Nova, por impossibilidade de assegurar as condições exigidas pela PSP para a Sé Velha.

 

 

Posteriormente, a Secção de Fado da Associação Académica de Coimbra, estrutura que define os grupos que tocam na serenata, recusou-se a atuar na Sé Nova, o que levou a organização da Queima das Fitas a anunciar o cancelamento do evento, na quarta-feira.

No entanto, a mesma secção avançou com um pedido de manifestação por parte de estudantes para o Largo da Sé Velha, por forma a contornar o parecer negativo da polícia, não tendo recebido qualquer notificação por parte da PSP até à hora da serenata, que ocorreu entre as 00:00 e as 00:35.

Por volta das 22:00 de quinta-feira, já eram muitos os estudantes e populares que aguardavam na Sé Velha pelo começo da serenata, sem se avistar qualquer presença policial.

A PSP tinha dito à agência Lusa que iria adequar o seu dispositivo e adotar “as medidas preventivas e de reação possíveis nestas circunstâncias, tendo presente a necessidade de tentar conciliar todos os direitos em conflito”.

Numa das ruas de acesso à Sé Velha, o trânsito estava cortado de forma improvisada com um sinal de trânsito arrancado e colocado na diagonal, para impedir a passagem de carros, não se avistando qualquer controlo de tráfego automóvel por parte da PSP, às 22:00.

Ainda antes da meia-noite, já o Largo e ruas adjacentes estavam completamente cheios de estudantes de capa e batina, não se via qualquer presença de dispositivo policial para um evento que a PSP considerava que teria riscos evidentes.

Perto da hora de arranque da serenata, palavras projetadas na parede de um edifício pediam silêncio – ao contrário de outros anos, desta vez, não haveria sistema de amplificação.

Chegada a meia-noite, a Canção de Coimbra foi ouvida pelo Largo da Sé Velha, durante pouco mais de meia hora (o pedido de manifestação era até às 00:30), com a grande maioria a acatar o pedido de silêncio.

Para última música, ao contrário da habitual “Balada de Despedida” – que foi depois pedida por muitos estudantes –, os grupos da Secção de Fado cantaram a “Trova do Vento que Passa”, mas não sozinhos.

Numa parede, foram sendo projetados os versos de Manuel Alegre, com as vozes dos estudantes a juntarem-se às dos músicos para a serenata, que terminou com o habitual “Efe-Erre-Á”.

Já com os estudantes a desmobilizar, ainda se gritou “Serenata só há uma, na Sé Velha e mais nenhuma”.

No final da tarde de hoje, a PSP afirmou que tinha comunicado à Câmara de Coimbra “o parecer de que a manifestação se deveria realizar noutro local, por forma a garantir a segurança de todos os intervenientes”.

No entanto, o presidente da Secção de Fado, Diogo Ferreira, disse à Lusa que não tinha recebido qualquer notificação por parte da PSP e irão avançar “com a manifestação”.

Fonte oficial da Câmara de Coimbra explicou que o município recebeu o parecer da PSP para notificar os três promotores da manifestação, mas “é expectável que estes não o recebam antes” da hora marcada para o protesto, isto porque os contactos deixados pelos promotores foram as suas moradas, “todas elas fora de Coimbra”.

 

PUBLICIDADE









Programação do Centro de Artes de Águeda

 

 

Siga-nos nas redes sociais


[+] de Youtube ON Centro






 

Shorts ON Centro @ Youtube



Viver a Vida intensamente,
sempre, sempre, sempre! (...)






O Amor é Importante!


 

Bebe, bebe, bebe!




VER MAIS »»»

 

Partilhar

Últimos artigos

Agenda de eventos

Águeda: 'Suécia' no CAA
Águeda: 'Suécia' no CAA
Sex. 14/06 21:30 - 23:00
Sertã: Produtos da Terra
Sertã: Produtos da Terra
Dom. 16/06 09:00 - 18:00
Sertã: X Festival de Cerveja Artesanal (Provart)
Sertã: X Festival de Cerveja Artesanal (Provart)
Qui. 20/06 09:00 - Dom. 23/06 18:00
Lousã: Festas de São João
Lousã: Festas de São João
Qui. 20/06 21:30 - Ter. 25/06
AgitÁgueda 2024
AgitÁgueda 2024
Sáb. 06/07 - Dom. 28/07
AgitÁgueda 2024: Manu Chao
AgitÁgueda 2024: Manu Chao
Ter. 16/07 22:00
Mira: Festas de São Tomé
Mira: Festas de São Tomé
Sáb. 20/07 - Qui. 25/07
Aveiro: Festival Dunas de São Jacinto
Aveiro: Festival Dunas de São Jacinto
Sex. 23/08 - Dom. 25/08
Mira: Campeonato Europeu de Aquabike
Mira: Campeonato Europeu de Aquabike
Sex. 27/09 - Dom. 29/09

Agenda de eventos

Águeda: 'Suécia' no CAA
Águeda: 'Suécia' no CAA
Data Sex. 14/06 21:30 - 23:00
Sertã: Produtos da Terra
Sertã: Produtos da Terra
Dom. 16/06 09:00 - 18:00
Góis: Exposição 'WeNature'
Góis: Exposição 'WeNature'
Seg. 17/06 - Sex. 28/06
Sertã: X Festival de Cerveja Artesanal (Provart)
Sertã: X Festival de Cerveja Artesanal (Provart)
Qui. 20/06 09:00 - Dom. 23/06 18:00
Lousã: Festas de São João
Lousã: Festas de São João
Qui. 20/06 21:30 - Ter. 25/06
Góis: Santos Populares de Góis 2024
Góis: Santos Populares 2024
Sáb. 22/06 21:30
AgitÁgueda 2024
AgitÁgueda 2024
Sáb. 06/07 - Dom. 28/07
AgitÁgueda 2024: Manu Chao
AgitÁgueda 2024: Manu Chao
Ter. 16/07 22:00
Mira: Festas de São Tomé
Mira: Festas de São Tomé
Sáb. 20/07 - Qui. 25/07
Aveiro: Festival Dunas de São Jacinto
Aveiro: Festival Dunas de São Jacinto
Sex. 23/08 - Dom. 25/08
Aveiro: Nova Agrovouga 2024
Aveiro: Nova Agrovouga 2024
Sex. 15/11 - Dom. 24/11


Sobre nós


Plataforma em rede de comunicação e divulgação

 
A ON CENTRO é uma rede digital de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro e informar junto do público nacional e estrangeiro.

Aceda aqui às notícias de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Santarém e Viseu; e do resto do País.

Other languages


Contactos


Morada

Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email
geral@on-centro.pt

Parcerias
Inês Vicente
oncentro.pt@gmail.com

Telefone (+351)
rede fixa nacional: 239 821 655
rede móvel: 933 075 555

 

 


Redes sociais


 


Newslettter

Subscreva a nossa newsletter para ficar a saber o que de importante acontece na região e no país.

Subscrever