sábado, 09 fevereiro 2019 10:40

Peniche: centro oleiro romano do Morraçal da Ajuda vai ser museu

Peniche: centro oleiro romano do Morraçal da Ajuda vai ser museu foto © CM Peniche | 2013

Peniche terá sido, entre os séculos I e IV da nossa era, um centro produtor de ânforas – contentores utilizados para o transporte de produtos na época romana – designadamente conservas de peixe - estando a produção associada ao importante porto marítimo de Peniche, central nas rotas comerciais que ligavam o Mediterrâneo ao Atlântico Norte.

 

Trabalhos de terraplanagem, iniciados em 1998, para a construção de campos de ténis levaram à identificação das primeiras estruturas do que veio a constatar-se ser um importante centro oleiro de produção anfórica da época romana. A partir de então, foram levados a cabo trabalhos de escavação, investigação e estudo arqueológico no local.

No início da última década do século XX foi localizado e identificado o denominado “Forno 1”. As campanhas de escavação arqueológica subsequentes permitiram revelar mais três fornos, sendo os fornos 1 e 3 os mais importantes e os que se encontram em melhor estado de conservação. Este antigo complexo oleiro da época romana acabou por ser considerado pela comunidade científica como a mais importante descoberta da antiguidade clássica ocorrida na antiga província romana da Lusitânia no âmbito da produção cerâmica estudada até ao momento.

Uma equipa constituída por nove elementos, entre os quais estudantes de Licenciatura e de Mestrado de Arqueologia das Universidades de Lisboa, Coimbra, Évora e Porto, perante os materiais recolhidos na casa romana resultantes da escavação realizada no verão de 2011, concluiu que Peniche terá sido, entre os séculos I e IV da nossa era, um centro produtor de ânforas – contentores utilizados para o transporte de produtos na época romana – estando esta produção associada ao importante porto marítimo de Peniche, central nas rotas comerciais que ligavam o Mediterrâneo ao Norte Atlântico.

Esta olaria fundada na época de Augusto, 1º imperador romano, por Lúcio Arvénio Rústico, terá funcionado até ao final do Alto Império, fabricando ânforas para transporte de conservas de peixe e, possivelmente, de algum vinho produzido na então ilha de Peniche.

O projeto arqueológico permitiu conhecer e compreender pelo estudo dos vestígios a existência da antiga olaria, a vivência do território concelhio durante a época romana. Através dos resultados desta investigação, sabe-se hoje que Peniche terá recebido, entre o final do século I a. C e III da nossa era, um importante complexo industrial associado à produção de conservas de peixe, utilizando espécies como a cavala e a sardinha. Esta produção era envazada em contentores anfóricos e comercializada por todo o império romano.

Evocando o passado conserveiro do concelho de Peniche, o Município, em colaboração com a maior fábrica de conservas do concelho, promoveu em 2009 a produção de uma edição de latas de conserva de sardinha, sob a chancela Peniche, Há 2000 anos a produzir conservas. Durante o mês de outubro, coincidindo com a realização do Rip Curl Pro Portugal - Peniche, será apresentada uma nova edição, desta vez, dedicada à cavala de Peniche.

O projeto de investigação arqueológica, promovido pela Câmara Municipal de Peniche, permitiu conhecer e compreender melhor este sítio, que foi agora objeto de candidatura visando a sua musealização. A candidatura apresentada ao Regime de Apoio Execução das Estratégias de Desenvolvimento Local - com a designação Musealização do Sitio Arqueológico do Morraçal da Ajuda — conta um investimento elegível de pouco mais de 160 mil euros, com uma comparticipação do FEAMP de 136 mil euros e uma comparticipação nacional de de aproximadamente 24 mil euros.

 

 

Acompanhe todas as novidades da Rede ON Centro no Facebook e Instagram

 

Deixe um comentário

Últimos artigos

Artigos recomendados

Artigos mais lidos

Última Newsletter

Facebook

Municípios em Rede

  • agueda-mun.png
  • alvaiazere.png
  • arganil.png
  • figfoz.png
  • gois.png
  • lousa.png
  • mira.png
  • serta-mun.png
  • tabua.png
  • vagos-mun.png
  • vila-de-rei.png
  • wlogo_anadia2020.png


Sobre nós

A Rede ON CENTRO é uma rede de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro, junto do público nacional e estrangeiro.
Aqui poderá aceder a informação da maior região do país, composta pelos distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu.

[Saber+]

 

Apoie este projeto com o seu Like!

Faça Gosto ou aguarde 60 segundos


Contactos

Morada:
Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email:
geral@on-centro.pt
agenda@on-centro.pt

Telefone:
+351 239 821 655 | +351 933 075 555

 

 

Newsletter

Fique a par das novidades da região.

 

Subscrever


Redes Sociais

Other languages

ptzh-CNenfrdeitjakorues