fbpx
segunda-feira, 10 junho 2019 00:20

Baixo Mondego: Ninhos de cegonhas em risco com limpeza das margens do Mondego

As operações estão em curso nos concelhos de Coimbra e de Montemor-o-Velho. A interpelação ao ministro do Ambiente, surge após a denúncia de populares e associações ligadas à conservação da Natureza, que têm vindo a mostrar preocupações sobre a intervenção da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) nas margens do Rio Mondego, sobretudo no curso antigo, conhecido como "Rio Velho".

 

A informação chegou ao conhecimento através de Comunicado do Partido Comunita Português,  após a denúncia de populares e associações ligadas à conservação da Natureza que têm vindo a mostrar preocupações sobre a intervenção da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) nas margens do Rio Mondego, sobretudo no curso antigo, conhecido como "Rio Velho". As operações estão em curso nos concelhos de Coimbra e de Montemor-o-Velho.

Segundo o comunicado, "As preocupações manifestadas estão ligadas às operações estarem a ser desenvolvidas em plena época de nidificação. Apesar das largas dezenas de ninhos de cegonhas e milhafres visíveis nas árvores das margens, com ovos e crias, prosseguem as operações de corte de árvores com destruição de ninhos. As preocupações estendem-se a toda a biodiversidade de todo o Baixo Mondego, com habitats que albergam espécies vegetais raras a nível nacional e que constituem importante local de nidificação para um vasto leque de aves".

O assunto em questão levou a que os comunistas de Coimbra, solicitassem ao seu grupo parlamentar na Assembleia da República, para que ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, solicitasse ao Governo que, por intermédio do Ministério da Ambiente, preste os seguintes esclarecimentos:
 - Tem o Governo conhecimento desta situação?
- Confirma o Governo que o caderno de encargos não teve em conta procedimentos de salvaguarda de aspetos ecológicos como a época de nidificação?
- Que operações de monitorização da obra tem levado a cabo o Governo?"; pode ler-se no comunicado.

 

 

 

 

 

Se por um lado há imensos anos em que as margens do rio Mondego estão ao abandono, e cuja manutenção é praticamente inexistente, por outro, alguma sensibilidade mais ajudaria a preservar esta espécie, que possui imensos ninhos na região do Região do Baixo Mondego, tendo deixado há já alguns anos de efetuar migrações no período mais frio. Os campos fertéis de aluvião dessa região são um dos seus espaços preferidos, desempenhando a par de ouras espécies - tal como o milhafre - um importante papel no ecossistema.

 

Destaca-se a coabitação pacífica existente entre esta espécie e algumas empresas de distribuição de energia de muito alta, alta e média tensão elétrica.

 

 

 

Acompanhe todas as novidades da Rede ON Centro no Facebook e Instagram

 

 

Deixe um comentário

Últimos artigos

Artigos recomendados

Artigos mais lidos

Instagram ON Centro

Facebook

Parceiros


Sobre nós

A Rede ON CENTRO é uma rede de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro, junto do público nacional e estrangeiro.
Aqui poderá aceder a informação da maior região do país, composta pelos distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu.

[Saber+]

 


Contactos

Morada:
Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email:
geral@on-centro.pt
agenda@on-centro.pt

Telefone:
+351 239 821 655 | +351 933 075 555

 

 

Newsletter

Fique a par das novidades da região.

 

Subscrever


Redes Sociais

Other languages

ptzh-CNenfrdeitjakorues