fbpx
sexta-feira, 28 fevereiro 2020 09:49

Associações Empresariais dizem que "Autoestradas do Interior estão a preços de Saldo mas sem Simplex"

Partilhar:

Sobre os descontos a atribuir em função do número de passagens, esta medida não está a contemplar incentivos ao turismo para estes territórios, nem as deslocações inferiores a 8 vezes por mês, que representa uma viagem por semana nestas vias e que representa uma grande percentagem das viagens dos pequenos empresários com vista ao abastecimento dos seus estabelecimentos.  

 

 

Resultado da tomada de posição conjunta das associações empresariais (AESL – Associação Empresarial Serra da Lousã, AEDP – Associação Empresarial de Poiares, CEMC – Clube de Empresários de Miranda do Corvo e NEP – Núcleo Empresarial de Penela),  as associações vêm, esta sexta-feira, 28 de fevereiro, em comunicado, agradecer a todos os que diariamente se empenham na luta por um interior com mais oportunidades e publicamente dizer que nunca deveremos baixar os braço e que o anúncio do governo de atribuir descontos nas portagens do interior é já um sinal dos governantes, em resposta às nossas vozes.

Após a tomada de posição conjunta do dia 7 de fevereiro, apoiando a posição do Município da Lousã para a abolição das portagens na A13, as associações empresariais, no comunicado à imprensa desta manhã, referem que “recebemos com alguma expectativa a notícia de descontos no valor das portagens já a partir de Julho de 2020, do interior e em especial na A13, apesar de bem-vinda esta medida é insuficiente para as reais necessidades dos territórios do interior, não estando requalificada a Estrada Nacional 17 (Estrada da Beira) e sem o Metro Bus a funcionar entre Serpins e Coimbra, mantemos a reivindicação  da abolição imediata das portagens na A13 nestes territórios justificando-se esta pela falta de alternativas.”

Sobre os descontos a atribuir em função do número de passagens, esta medida não está a contemplar incentivos ao turismo para estes territórios, nem as deslocações inferiores a 8 vezes por mês, que representa uma viagem por semana nestas vias e que representa uma grande percentagem das viagens dos pequenos empresários com vista ao abastecimento dos seus estabelecimentos.  

"Consideramos também a forma de atribuição dos descontos em função do número das passagens mensais, é algo complexo, e estando na ordem do dia o Simplex, este processo nada tem de simples, assim se o governo pretende apoiar o interior, então deixemo-nos de contas e mais contas, e que seja então atribuído um desconto fixo sobre o preço inscrito em cada pórtico", pode ainda ler-se no comunicado.

Considerando que esta medida não é a situação ideal, mas a mesma simboliza um importante passo com vista a uma maior coesão territorial, acrescenta ainda que "continuando a ser do nosso entendimento de que da abolição das portagens nas autoestradas do interior irá resultar uma mudança muito positiva para todo o território português pois permite “aproximar” os grandes polos urbanos do interior do país, a fim de ser possível captar mais trabalho qualificado para as zonas do interior, tornando estas zonas mais atrativas para o investimento das empresas e permitindo também uma maior procura para a residência permanente de mais quadros qualificados".

 

Siga as notícias da Região Centro também no Facebook e Instagram

 

    

 

Deixe um comentário

Últimos artigos

Mais Gostados

INSTAGRAM ON CENTRO

Facebook


Sobre nós

A Rede ON CENTRO é uma rede de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro, junto do público nacional e estrangeiro.
Aqui poderá aceder a informação da maior região do país, composta pelos distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu.

[Saber+]

 


Contactos

Morada:
Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email:
geral@on-centro.pt
agenda@on-centro.pt

Telefone:
+351 239 821 655 | +351 933 075 555

 

 

Newsletter

Fique a par das novidades da região.

 

Subscrever


Redes Sociais

Other languages

ptzh-CNenfrdeitjakorues