fbpx
  • Boas Festas Aveiro - Município de Aveiro deseja a todos os munícipes, colaboradores, a toda a região, a Portugal e ao Mundo, Festas Felizes!
  • Águeda é Natal
terça-feira, 23 novembro 2021 15:23

Tribunal de Leiria condena a 12 anos homem que matou um conhecido à facada em Caldas da Rainha

Escrito por
Partilhar

Na escolha da pena, o tribunal considerou o comportamento “de acordo com as normas” que o arguido de 50 anos tem manifestado no Estabelecimento Prisional de Leiria, onde se encontra em prisão preventiva, o estar a trabalhar à data dos factos, mas também os antecedentes criminais.

 

OTribunal de Leiria condenou esta terça-feira, 23 de novembro, um homem a 12 anos de prisão pelo crime de homicídio simples, por ter matado um conhecido à facada, em Caldas da Rainha, em fevereiro.

O arguido estava inicialmente acusado pelo Ministério Público de homicídio qualificado, mas o tribunal não conseguiu provar o motivo “fútil” do crime que constava na acusação.

“Não foi possível apurar com certeza o motivo e quanto à frieza não foi produzida qualquer prova”, salientou o juiz durante a leitura do acórdão. O homicídio simples tem um enquadramento legal de 8 a 16 anos, tendo o tribunal entendido aplicar uma pena de prisão de 12 anos.

Na escolha da pena, o tribunal considerou o comportamento “de acordo com as normas” que o arguido de 50 anos tem manifestado no Estabelecimento Prisional de Leiria, onde se encontra em prisão preventiva, o estar a trabalhar à data dos factos, mas também os antecedentes criminais.

“Há que ter em conta também que o arguido se encontrava embriagado, mesmo não servindo de desculpa”, acrescentou o juiz.

Segundo a acusação, no dia 31 de janeiro, pelas 12:00, a vítima realizou um churrasco na sua residência, onde estiveram presentes o arguido, entre outras pessoas.

“Durante a tarde daquele dia, a vítima, o arguido e as [outras] pessoas permaneceram naquela residência em convívio, ingerindo bebidas alcoólicas”, refere o documento, informando que ao final da tarde, na cozinha da residência, a vítima e o arguido tiveram uma discussão "devido ao facto de o primeiro suspeitar que o último lhe tinha retirado 40 euros em numerário numa ida à casa de banho".

“No decurso daquela discussão, o arguido muniu-se de uma faca (...) e empunhou-a na direção da vítima”, tendo o objeto sido retirado da sua mão por uma terceira pessoa.

Já pelas 21:30, hora que o tribunal entende ser a correta e não a que consta na acusação, a vítima e o arguido voltaram a desentender-se.

“Nessa sequência, o arguido muniu-se, novamente, de uma faca” e “espetou-a, pelo menos, três vezes no tórax da vítima, abandonando a referida residência na posse de tal faca” e largando-a num logradouro.

A vítima saiu para rua, ensanguentada, onde viria a perder os sentidos. “Passados poucos minutos, o arguido foi intercetado pelos agentes da PSP, com vestígios hemáticos na roupa que trajava e com um ferimento inciso na palma da mão direita”, refere a acusação.

A vítima veio a falecer pelas 00:02 minutos do dia 01 de fevereiro, no Centro Hospitalar do Oeste.

Os representantes jurídicos do arguido afirmam que vão recorrer da decisão, pois estão convictos de que o arguido não cometeu o crime, tal como o próprio recusou assumir em julgamento.

 

 

Siga as notícias da Região Centro no Facebook, Instagram e Youtube

 

    

Partilhar

Itens relacionados

Deixe um comentário

Últimos artigos

Facebook

em Arquivo


Sobre nós

A Rede ON CENTRO é uma rede de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro, junto do público nacional e estrangeiro.
Aqui poderá aceder a informação da maior região do país, composta pelos distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu.

[Saber+]

 


Contactos

Morada:
Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email:
geral@on-centro.pt
agenda@on-centro.pt

Telefone:
+351 239 821 655 | +351 933 075 555

 

 

Newsletter

Fique a par das novidades da região.

 

Subscrever


Redes Sociais

Other languages

ptzh-CNenfrdeitjakorues