quarta, 05 dezembro 2018 21:26

Pedro e Inês é o filme português mais visto do ano!

A rodagem desta coprodução entre Portugal, França e Brasil, teve lugar no verão passado (junho de 2017), na Quinta das Lágrimas, e prolongou-se durante dois meses, tendo também por cenários os concelhos de Montemor-o-Velho, Cantanhede (Pocariça) e Lousã (Cerdeira).

 

 

Desde a sua estreia, em 18 de outubro, mais de 45,5 mil pessoas já viram "Pedro e Inês", a terceira longa-metragem do realizador conimbricense António Ferreira. Este é já o filme português mais visto do ano, ultrapassando "Bad Investigate", de Luís Ismael com 40 mil espectadores (dados do Instituto de Cinema e do Audiovisual).

O filme, inspirado no romance de Rosa Lobato de Faria "A Trança de Inês", sobre a história de D. Pedro e D. Inês de Castro, terá ante-estreia marcada para dia 14, às 18h00, no Teatro Académico de Gil Vicente, em Coimbra - cuja venda de bilhetes esgotou em meia hora (poderá garantr ainda um convite duplo, participando no passatempo na Página de Facebook da REDE ON CENTRO).

A rodagem desta coprodução entre Portugal, França e Brasil, foi inspirada no romance de Rosa Lobato de Faria "A Trança de Inês", sobre a história de D. Pedro e D. Inês de Castro, e teve lugar no verão passado (junho de 2017), na Quinta das Lágrimas, e prolongou-se durante dois meses, tendo também por cenários os concelhos de Montemor-o-Velho, Cantanhede (Pocariça) e Lousã (Cerdeira). "Pedro e Inês" é uma produção de Persona Non Grata Pictures e Tathiani Sacilotto.

Além de Diogo Amaral no papel de Pedro, e Joana de Verona no de Inês, o filme conta ainda com a participação de Vera Kolodzig, Custódia Gallego, João Lagarto, Cristovão Campos e Miguel Borges.

O filme é narrado "do ponto de vista de um homem internado num hospital", que, sob o efeito de drogas, "tem visões", recordando três vidas diferentes, como explicou António Ferreira.

A narrativa decorre em três momentos temporais distintos - época medieval, presente e futuro - e em todos eles surgem as personagens Pedro e Inês, interpretadas sempre pelos mesmos atores.

O filme teve a sua estreia mundial na competição do Festival de Montreal, tendo já passado pelas competições da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Festival do Rio e no Festival Caminhos do Cinema Português, que decorreu em novembro.

O filme já tem estreia marcada nas salas brasileiras e francesas, países coprodutores, em 2019. Em Portugal, o filme é distribuído pela NOS Audiovisuais.

A REDE ON CENTRO teve o privilégio de acompanhar as filmagens, onde testemunhou a concentração e exigência dos profissionais (no total, uma equipa de cerca de 50 elementos) no "plateau", e uma grande empatia e amizade entre os atores (para ler aqui).

 

Trailer

 

 

Sobre o Filme

Partindo da história bem conhecida do imaginário coletivo português de Pedro e Inês, expandindo-se ao longo de duas outras histórias, paralelas nos eventos, mas em épocas diferentes: a original, de D.Pedro, rei de Portugal no século XIV; a de Pedro Bravo, filho de um importante arquiteto do século XXI e a de Pedro Rey, um jovem filho de um líder de uma comunidade rural, a única categoria de indivíduos que está autorizada a reproduzir-se na sociedade do século XXII.
É a história de Pedro e Inês, contada em séculos diferentes, com regras familiares e sociais de cada época, mas onde o seu destino é sempre o mesmo: o de estarem incondicionalmente apaixonados um pelo outro, mas não poderem viver esse amor. As lutas de poder, a concorrência entre famílias, as classes sociais distintas, faz com que as três histórias que vivem de enredos diferentes, tenham um sabor só: a paixão infinita, o amor incondicional, a separação pela força

 

Sobre o Realizador

António Ferreira nasceu em Coimbra, em 1970. Em 1994, ingressa na Escola Superior de Teatro e Cinema (ESTC), em Lisboa. Em 1996, muda-se para a Alemanha para estudar na Academia de Cinema e Televisão de Berlim (dffb).
Em 2000, ganha notoriedade com “Respirar (debaixo d’água)” que o levou até ao Festival de Cannes e com a qual ganhou vários prémios em diversos festivais internacionais.
Em 2002, estreia a longa-metragem “Esquece tudo o que te disse” um dos filmes portugueses mais vistos nesse ano.
Em 2007, estreia a curta-metragem “Deus Não Quis”, com a qual ganha mais de uma dezena de prémios internacionais.
Em 2010, estreia a sua segunda longa-metragem “Embargo”, uma adaptação de José Saramago, uma coprodução entre Brasil, Portugal e Espanha.
Em 2011, encena a sua primeira peça de teatro “As Lágrimas Amargas de Petra Von Kant”, de Fassbinder, para o Teatro Nacional D. Maria II.
Em 2012, realiza o filme “Posfácio nas Confecções Canhão”, a convite de Guimarães Capital Europeia da Cultura.
É membro fundador da Academia Portuguesa de Cinema (APC) e da Associação de Produtores de Cinema e Audiovisual (APCA).
Juntamente com a produtora Tathiani Sacilotto, dirige a Persona Non Grata Pictures, com sede em Portugal e no Brasil.
Na sua carreira, António Ferreira conta com seis filmes realizados e mais de trinta produzidos. Já conquistou 40 prémios internacionais em mais de uma centena de festivais de cinema nos cinco continentes.

 

 

Equipa

produzido por Tathiani Sacilotto e António Ferreira
escrito e realizado por António Ferreira
adaptação do romance Glória M. Ferreira e António Ferreira
fotografia: Paulo Castilho
música original: Luís Pedro Madeira
som direto: Olivier Blanc e Rafael Cardoso
desenho e mistura de som: Ricardo Cutz
arte: Luísa Bebiano
figurino: Sílvia Grabowsky
cabelos: Carlos Gago
maquilhagem: Raquel Ralha
caracterização: Júlio Alves
montagem: António Ferreira
produtora executiva: Tathiani Sacilotto
coprodutores: Marie-Pierre Macia, Claire Gadéa, Carolina Dias, José
Barahona
produção: Persona Non Grata Pictures, MPM Film (fr), Refinaria
Filmes (br), Diálogos Atómicos (pt)
produtores associados: Riot Films (pt), Viagem Medieval (pt)

 

uma co-produção
PORTUGAL - FRANÇA - BRASIL
DCP 4K - 2.39 scope - 120min
financiamento
ICA | Instituto de Cinema e Audiovisual (pt)
CNC | Centre National du Cinéma (fr)
ANCINE | Agência Nacional do Cinema (br)
IBERMEDIA
MEDIA Programme
distribuição
NOS Audiovisuais (pt)
RTP - Rádio e Televisão de Portugal (pt)
Pandora Filmes (br)

 

 

Acompanhe todas as novidades da Rede ON Centro no Facebook, Newsletter e Instagram

 

Deixe um comentário

Últimos artigos

Artigos recomendados

Artigos mais lidos

Última Newsletter

Facebook

Municípios em Rede

  • agueda-mun.png
  • alvaiazere.png
  • arganil.png
  • figfoz.png
  • gois.png
  • lousa.png
  • mira.png
  • serta-mun.png
  • tabua.png
  • vagos-mun.png
  • vila-de-rei.png
  • wlogo_anadia2020.png


Sobre nós

A Rede ON CENTRO é uma rede de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro, junto do público nacional e estrangeiro.
Aqui poderá aceder a informação da maior região do país, composta pelos distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu.

[Saber+]

 

Apoie este projeto com o seu Like!

Faça Gosto ou aguarde 60 segundos


Contactos

Morada:
Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email:
geral@on-centro.pt
agenda@on-centro.pt

Telefone:
+351 239 821 655 | +351 933 075 555

 

 

Newsletter

Fique a par das novidades da região.

 

Subscrever


Redes Sociais

Other languages

ptzh-CNenfrdeitjakorues