fbpx

Comissão independente validou desde 11 de janeiro 102 testemunhos de abusos sexuais na Igreja Católica

Escrito por
Partilhar
Comissão independente validou desde 11 de janeiro 102 testemunhos de abusos sexuais na Igreja Católica Foto © ON Centro

 

Além de Pedro Strecht, a comissão integra o psiquiatra Daniel Sampaio, o antigo ministro da Justiça Álvaro Laborinho Lúcio, a socióloga Ana Nunes de Almeida, a assistente social e terapeuta familiar Filipa Tavares e a realizadora Catarina Vasconcelos.

 

Acomissão independente aos abusos sexuais na Igreja Católica portuguesa validou, em menos de uma semana, 102 testemunhos, que contêm "momentos de profunda dor e sofrimento", revelou o coordenador, Pedro Strecht, este sábado, 15 de janeiro de 2022.

Em nota de imprensa, o coordenador da comissão, o pedopsiquiatra Pedro Strecht, revelou que desde o dia 11 foram validados 102 testemunhos, recebidos por preenchimento de inquérito ‘online’ ou por chamada telefónica.

A Comissão Independente para o Estudo de Abusos Sexuais na Igreja Católica Portuguesa iniciou na terça-feira um período de recolha de denúncias de vítimas de casos ocorridos desde 1950, suscetíveis de serem remetidos às autoridades e serem investigados.

Segundo o coordenador, existem depoimentos de pessoas entre os 30 e os 80 anos, “todas abusadas enquanto crianças”, e a comissão já tem “situações agendadas para contacto pessoal”.

Embora tenha recebido testemunhos de todo o país e também de cidadãos emigrados, a comissão refere que “parece existir predomínio de registos na zona norte e interior de Portugal continental”.

“As histórias de abuso e trauma ouvidas e/ou registadas contêm momentos de profunda dor e sofrimento e, claro está, décadas de silenciamento de cada pessoa, todos merecem a nossa profunda empatia e respeito”, sublinhou Pedro Strecht.

Num balanço destes primeiros dias de recolha de testemunhos, revelou ainda o “elevado número de telefonemas” de apoio ao trabalho da comissão e à iniciativa da própria igreja.

O coordenador esclareceu ainda que a comissão recebeu várias ofertas de trabalho voluntário, que não pode aceitar por questões de sigilo profissional.

As denúncias e testemunhos podem chegar à comissão através do preenchimento de um inquérito ‘online’ em darvozaosilencio.org, através do número de telemóvel +351917110000 (diariamente entre as 10:00 e as 20:00) e por correio eletrónico, em Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

A comissão pretende recolher testemunhos e denúncias de pessoas que tenham sofrido abusos na infância e adolescência, até aos 18 anos.

O trabalho desta comissão independente vai decorrer até 31 de dezembro, num espaço físico “descaracterizado” e “autónomo” da Igreja.

No final dos seus trabalhos, a comissão vai elaborar um relatório, a ser entregue à Conferência Episcopal Portuguesa, que decidirá que ações tomar.

Além de Pedro Strecht, a comissão integra o psiquiatra Daniel Sampaio, o antigo ministro da Justiça Álvaro Laborinho Lúcio, a socióloga Ana Nunes de Almeida, a assistente social e terapeuta familiar Filipa Tavares e a realizadora Catarina Vasconcelos.

PUBLICIDADE


  

 

 

 

 

 

 

Siga as notícias da Região Centro no FacebookInstagramTwitter e Youtube

    

 

Partilhar

Deixe um comentário

Últimos artigos

 

Facebook

em Arquivo


Sobre nós

A Rede ON CENTRO é uma rede de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro, junto do público nacional e estrangeiro.
Aqui poderá aceder a informação da maior região do país, composta pelos distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu.

[Saber+]

 


Contactos

Morada:
Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email:
geral@on-centro.pt
agenda@on-centro.pt

Telefone:
+351 239 821 655 | +351 933 075 555

 

 

Newsletter

Fique a par das novidades da região.

 

Subscrever


Redes Sociais

Other languages

ptzh-CNenfrdeitjakorues