fbpx

Sete detidos pela PJ por comprovativos falsos no Aeroporto de Lisboa com resultados negativos à Covid-19

Escrito por
Partilhar

 

A PJ deteve no Aeroporto Humberto Delgado em Lisboa, já nas portas de embarquesete indivíduos na posse de comprovativos de resultados negativos à Covid-19 falsos, três mulheres e quatro homens, com idades compreendidas entre 26 e 36 anos, quando se preparavam para apanhar um voo para outro país dentro do espaço europeu; informou esta segunda-feira, a PJ, em comunicado de imprensa.

 

APolícia Judiciária (PJ), através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção, no âmbito de um inquérito que corre termos no DIAP de Lisboa, por factos suscetíveis de enquadrar a prática de crimes de falsificação de documento, p. e p. pelo art.º 256.º, n.º 1, al. a) e c), propagação de doença, p. e p. pelo art.º 283.º e branqueamento de capitais, p.  e p. pelo art.º 368.º A, todos do Código Penal e falsidade informática, p. e p. pelo art.º 3.º da Lei 109/2009 de 15 de setembro, realizou diversas diligências de recolha de prova em consequência das quais veio a deter no Aeroporto Humberto Delgado em Lisboa, já nas portas de embarque, sete indivíduos na posse de comprovativos de resultados negativos à Covid-19 falsos, três mulheres e quatro homens, com idades compreendidas entre 26 e 36 anos, quando se preparavam para apanhar um voo para outro país dentro do espaço europeu; informou esta segunda-feira, a PJ, em comunicado de imprensa.

Nesta fase da investigação, impõe-se a necessidade de proceder à recolha de elementos probatórios que infiram sobre os factos em causa, uma vez que importa manter uma estratégia robusta de testagem, aspeto essencial da prevenção da propagação e resposta à pandemia de Covid-19, permitindo a deteção precoce de indivíduos potencialmente infetados.

A falsificação de resultados dos testes põe em causa a confiança nos mesmos, gera insegurança nos operadores e no cidadão comum, inviabiliza a adoção das medidas adequadas à contenção da propagação e, suscitando a dúvida sobre a autenticidade dos comprovativos.

Nesta operação a Polícia Judiciária contou com a colaboração dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde. Os detidos foram sujeitos a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa.

PUBLICIDADE


  

 

 

 

 

 

 

Siga as notícias da Região Centro no FacebookInstagramTwitter e Youtube

    

 

 

Partilhar

Deixe um comentário

Últimos artigos

 

Facebook

em Arquivo


Sobre nós

A Rede ON CENTRO é uma rede de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro, junto do público nacional e estrangeiro.
Aqui poderá aceder a informação da maior região do país, composta pelos distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu.

[Saber+]

 


Contactos

Morada:
Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email:
geral@on-centro.pt
agenda@on-centro.pt

Telefone:
+351 239 821 655 | +351 933 075 555

 

 

Newsletter

Fique a par das novidades da região.

 

Subscrever


Redes Sociais

Other languages

ptzh-CNenfrdeitjakorues