fbpx

A jóia escondida de Coimbra

Só recentemente, desde junho de 2017, o local abriu ao público para visitas guiadas. Vale a pena vir descobrir um dos espaços mais bonitos (e desconhecidos!) da cidade de Coimbra!

 

Éno centro de Coimbra, junto ao Jardim Botânico, que encontramos um dos lugares mais belos da cidade - porém pouco conhecido - onde a história, a cultura e a espiritualidade se cruzam.

Referimo-nos ao Seminário Maior de Coimbra, a jóia escondida da cidade. Quem entra pela primeira vez no local, inaugurado no século XVIII, mais propriamente no ano de 1765, depara-se com a beleza inegável da arquitetura italiana, uma arte apreciada pelo fundador do Seminário, D. Miguel da Anunciação, bispo de Coimbra durante 40 anos. Pertencente a uma família nobre, D. Miguel da Anunciação, financiou o projeto da construção do Seminário, com a fortuna privada da sua família. A construção do Seminário, desenrolada entre 1748 e 1765, sofreu pequenos abalos nomeadamente devido ao Terramoto de 1755, podendo ainda ser visíveis as marcas referentes a este acontecimento.

Até ao ano de 2012, a formação eclesiástica, realizada pelos seminaristas, tinha lugar no Seminário Maior de Coimbra, algo que mais tarde, pela falta de alunos, deixou de acontecer. Só recentemente, desde junho de 2017, o local abriu ao público para visitas guiadas. As visitas são orientadas por um guia especializado, e poderão ser visitados locais como o Refeitório, as Escadas em Caracol, a Capela de São Miguel, os Aposentos Episcopais, a Varanda do Mondego, a Sala dos Azulejos, a Biblioteca Velha e a Igreja de Sagrada Família.

 

 

Refeitório

As refeições diárias dos moradores do Seminário Maior de Coimbra realizavam-se no refeitório, e eram acompanhadas por leituras da bíblia feitas pelos próprios seminaristas num púlpito. As refeições eram confecionadas por freiras, que entregam os pratos através de uma roda, que se encontra na cozinha, de forma a evitar o contacto.

O local ainda hoje se encontra em funcionamento. É possível os visitantes terem uma experiência de almoço por 8€/pessoa com reserva prévia.

 

 

 

Escadas

Ao subirmos as longas escadas em caracol, que dão acesso ao amplo edifício, deparamo-nos com o admirável fresco pintado no teto da autoria do italiano Pascoal Parente, igualmente responsável pela execução dos restantes frescos encontrados ao longo do percurso. Esta parece uma “escadaria em direção ao céu”, pois o fresco pintado no teto transmite essa ilusão.

 

 

 

Capela de São Miguel

É no altar da Capela de São Miguel, que se encontra o arcanjo com o mesmo nome, vestido como um guerreiro, por se tratar de um comandante das Milícias Celestiais, isto é, do Exército de Deus. Além de encontramos esta figura no centro do altar, a Capela dispõe de diversas relíquias mortais, ou até mesmo objetos tocados outrora por santos ou mártires, que deram a sua vida pela religião cristã.

 

 

 

Aposentos Episcopais

Embora normalmente os Bispos residissem no Paço Episcopal, e não nos Seminários, aqui encontram-se os aposentos de alguns Bispos de Coimbra, que após a Implantação da República, em 1910, ficaram sem o Paço Episcopal da Cidade de Coimbra (atual Museu Nacional de Machado de Castro). Assim até à data de 1961 viveram no Seminário quatro Bispos, que abandonaram o local após a construção de um novo Paço Episcopal na cidade. Os Aposentos Episcopais são constituídos pela sala de audiências, quarto e escritório.

 

 

 

Varanda do Mondego

Através da Varanda do Mondego, é possível observar os terrenos que se encontram à volta do edifício, tendo igualmente vista privilegiada para a cidade e para o Rio Mondego. São também visíveis os locais onde os alunos realizavam atividades físicas, como futebol e andebol, uma vez que o exercício fazia igualmente parte da escola dos seminaristas.

A quinta do Seminário, um espaço autossuficiente, era o local onde eram produzidos e cultivados os alimentos necessários para alimentar os habitantes do Seminário.

 

 

 

Sala dos Azulejos (Sala de Atos)

A Sala dos Azulejos, apresenta-se como uma sala de aula de extrema importância, onde se realizavam as cerimónias de início do ano letivo, assim como o exame final de Teologia.

 

 

 

Biblioteca Velha

Com cerca de 9.000 volumes, a Biblioteca Velha do Seminário apresenta livros datados de 1507 a 1800. Os livros encontram-se organizados por temáticas relacionadas ao ensino dos seminaristas, tais como Teologia, Direito Canónico e Civil, História, Escrituras e também, curiosamente, livros de ciências. A biblioteca não se encontra consultável para a maioria das pessoas, havendo uma outra biblioteca num dos edifícios laterais ao edifico central, destinada a esse fim.

 

 

 

Igreja da Sagrada Família

É no final de visita, que chegamos ao “coração do Seminário” - a Igreja da Sagrada Família - onde se observa a Virgem Maria, numa das laterais da igreja e na sua frente, na outra lateral, São José com o menino Jesus.

O órgão datado do século XVIII, foi construído na própria Igreja, para se possibilitar um encaixe perfeito na parede. Na Igreja em questão encontram-se diversas relíquias, referentes a vários Santos.

Uma vez por semana, aos domingos, pelas 11h, a Igreja abre ao público para a missa.

 

Curiosidades

  • O Seminário de Coimbra foi o primeiro edifício da cidade a ter eletricidade nos Anos 20;
  • Até à Implantação da República, o Parque da Cidade pertencia ao Seminário, tendo sido comprado pelo seu primeiro reitor, por alta recreação;
  • Hoje em dia, o local é habitado apenas por sete padres e embora já não se encontrem no mesmo alunos eclesiásticos, o Seminário Maior de Coimbra dispõe de uma Escola da Diocese, em funcionamento aos sábados, destinada a leigos, isto é, pessoas comuns, que tenham curiosidade em saber mais sobre temáticas como Música sacra e Teologia.

 

Contactos

Rua Vandelli, nº 2, 3004-547 Coimbra, Portugal
http://www.seminariomaiordecoimbra.com/
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
https://www.facebook.com/SeminarioMaiorCoimbra/
https://www.instagram.com/seminariocoimbra/
239 792 340
Horário de Verão (18 Março a 31 Outubro): Visitas guiadas de segunda a sábado, às 10h, 11h, 12h, 14h, 15h, 16h, 17h, 18h. Horário de Inverno (1 Novembro a 17 Março): às 12H e às 14H, ou mediante marcação. Encerra aos domingos.

 

 

Vídeo

 

 

Galeria de Imagens

 

 

Acompanhe todas as novidades da Rede ON Centro no Facebook e Instagram

 

 

 

Deixe um comentário

Últimos artigos

Artigos recomendados

Artigos mais lidos

Instagram ON Centro

Facebook

Parceiros


Sobre nós

A Rede ON CENTRO é uma rede de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro, junto do público nacional e estrangeiro.
Aqui poderá aceder a informação da maior região do país, composta pelos distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu.

[Saber+]

 


Contactos

Morada:
Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email:
geral@on-centro.pt
agenda@on-centro.pt

Telefone:
+351 239 821 655 | +351 933 075 555

 

 

Newsletter

Fique a par das novidades da região.

 

Subscrever


Redes Sociais

Other languages

ptzh-CNenfrdeitjakorues