Canas de Senhorim - aquele que já foi o mais importante pólo industrial da região Centro

 

Os primeiros relatos sobre a vila de Canas de Senhorim remontam a 1155, num texto de um contrato comercial entre Soeiro Mendes – nobre abastado que aqui viveu - e o Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra.

Mais tarde, aquando do falecimento do Bispo de Viseu (D. João Pires), em 1192, o Cabido da Sé de Viseu tomou posse da vila, tendo quatro anos mais tarde, outorgado a (primeira) Carta de Foral. O mais recente foral conhecido, "o novo", foi assinado já em Lisboa, por D. Manuel I, em 1514. Este foi extinto em 1852, sem ter sido publicado na Folha Oficial (atual Diário da República).

Em 1866, ano da Revolução da Janeirinha, a população tentou recuperar, de novo, esse estatuto, embora sem sucesso

No entanto, a maioria da população manteve a aspiração de reverter a freguesia em concelho, reavendo o estatuto anterior. Chegou a criar o "MRCCS - Movimento de Restauração do Concelho de Canas de Senhorim", tendo realizado diversas ações políticas e mediáticas. Chegou a apelidar-se de “invadida” e a denominar-se como “Timor”. Esta pretensão sempre foi contestada pelos políticos do concelho vizinho de Nelas, ao qual pertence Canas de Senhorim.
A elevação a concelho esteve prestes a acontecer em 2003, com uma votação favorável na Assembleia da República. Um mês mais tarde, o Presidente da República, Jorge Sampaio, vetou a lei que possibilitava a restauração do município.

Durante muitos anos, Canas de Senhorim constituiu o mais importante pólo industrial da região Centro. As suas indústrias mais significativas eram a CPFE – Companhia Portuguesa de Fornos Eléctricos, e a ENU – Empresa Nacional de Urânio, responsável em Portugal pela extração de urânio, com instalações na Urgeiriça.
Ambas as empresas cessaram a sua atividade e lançaram no desemprego mais de um milhar de trabalhadores, deixando a região com um problema ambiental pouco conhecido e desconfortável, sempre que abordado.

Em termos de festividades, destaca-se o Carnaval de Canas de Senhorim, tradição com mais de trezentos anos, e a Feira Medieval, que já atingiu as 25 edições.

De espírito bastante associativo, e com pouco mais de 3.500 habitantes (dados de 2011), Canas de Senhorim tinha entre os principais bairros (Paço e Rossio) uma antiga rivalidade.

 

O que visitar

Orca das Pramelas (IV e III milénios a.C.)
Igreja Matriz de Canas de Senhorim
Pelourinho de Canas de Senhorim (séc. XVII)
Complexo de Abrigos e Cavidades do Penedo da Penha - 1 e 2 (Vale de Madeiros)
Sítios arqueológicos: Corujeira e Quinta do Soito
Sepulturas antropomórficas: Pedras da Forca e sítio do Casal;
Lagareta do Salgueirinho (Póvoa de Santo António);
Monumento aos oitocentos anos de Foral de Canas de Senhorim  (Largo 2 de Agosto);
Solar dos Abreu Madeira, Casa do Cruzeiro, Casa do Visconde de Pedralva;
Antigo edifício da Farmácia Reis Pinto e Casa José Nobre, (projectos do arquitecto Keil do Amaral)

 

O que comer

Arroz de pato à Mineiro e Pato à moda da Beira
Morcela com treplos, Torresmos à beirão e Frango na púcara
Bolo do Foral e o doce (conventual) Travesseiros de São João

 

Galeria de Imagens

_
Bibliografia
Canas de Senhorim - História e Património, Edição da Junta de Freguesia de Canas de Senhorim, 1996.
Chancelaria D. Sancho I, Livro dos Mestrados, Arquivo Nacional Torre do Tombo
Loureiro, José Pinto, Concelho de Nelas (Subsídios para a História da Beira), 3.ª Edição, Câmara Municipal de Nelas,1988.
Nery, Júlia Lopes, Do Forno 14 ao Sud-Express com Autos de Foral, Ed. Câmara Municipal de Nelas,1996.

 

Acompanhe todas as novidades no Facebook, Newsletter e Instagram

 

Deixe um comentário

Últimos artigos

Artigos mais lidos

Artigos recomendados para si

Última Newsletter

Instagram



Facebook

Municípios em Rede

  • cm_figfoz.png
  • cm_mirandadocorvo.png
  • logo_anadia2020.png
  • logo_cmlousa.png
  • logo_cmmira.png
  • logo_cmoh.png
  • logo_cmtabua.png


Sobre nós

A Rede ON CENTRO é uma rede de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro, junto do público nacional e estrangeiro.
Aqui poderá aceder a informação da maior região do país, composta pelos distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu.

[Saber+]

 

Apoie este projeto com o seu Like!

Faça Gosto ou aguarde 60 segundos


Contactos

Morada:
Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email:
geral@on-centro.pt
agenda@on-centro.pt

Telefone:
+351 239 821 655 | +351 933 075 555

 

 

Newsletter

Fique a par das novidades da região.

 

Subscrever


Redes Sociais

Other languages

ptzh-CNenfrdeitjakorues