fbpx

Ílhavo: Navio-Museu Santo André regressou ao Jardim Oudinot, na Gafanha da Nazaré

Partilhar:
Ílhavo: Navio-Museu Santo André regressou ao Jardim Oudinot, na Gafanha da Nazaré Fotos: © ON Centro

De regresso ao seu cais, seguem-se mais duas fases de intervenções, que, na globalidade do projeto, representam um investimento total superior a 1,2 milhões de euros: 795.548,01 euros nas obras de manutenção (1.ª fase), 180.072,00 euros na reformulação do percurso expositivo (2.ª fase) e, ainda, 275.000,00 para a construção da nova área de receção.

 

 

ONavio-Museu Santo André regressou esta terça-feira, 5 de janeiro, ao Jardim Oudinot, na Gafanha da Nazaré, após cerca de 7 meses de intervenções profundas de manutenção e reabilitação executadas nos Estaleiros da Naval Ria.

Nesta primeira fase da reabilitação e requalificação do Navio-Museu foram executados trabalhos em todos os espaços do navio, com particular destaque para os porões, as áreas de alojamento, o parque do guincho de pesca, a casa das máquinas, a balaustrada exterior, o convés, os mastros e a ponte, para além da pintura total, docagem e alagem, e a renovação de toda a componente elétrica e sistemas do navio, entre outros.

De regresso ao seu cais, seguem-se mais duas fases de intervenções, que, na globalidade do projeto, representam um investimento total superior a 1,2 milhões de euros: 795.548,01 euros nas obras de manutenção (1.ª fase), 180.072,00 euros na reformulação do percurso expositivo (2.ª fase) e, ainda, 275.000,00 para a construção da nova área de receção.

A partir deste momento, serão iniciadas as intervenções que irão dotar o Navio-Museu de uma nova proposta e narrativa museológica, de novos equipamentos e novas dinâmicas que ofereçam novas experiências aos seus visitantes, com o objetivo, conforme referiu o Presidente da Câmara Municipal de Ílhavo, Fernando Caçoilo, «de dinamizar e potenciar o valor patrimonial e histórico do Navio-Museu Santo André que se manterá como polo do Museu Marítimo de Ílhavo (equipamento municipal), mas adquirindo uma maior autonomia e diferenciação».

Desta forma, a Autarquia cria novas e melhores condições para a preservação das memórias da Faina Maior, no período da pesca de arrasto do Bacalhau, a partir do final da década de 60 e início da década de 70, e dignifica um dos importantes símbolos que o Município de Ílhavo tem como referência da sua identidade e das suas gentes.

Para a concretização de todo o processo, será aberto, após aprovação em reunião de Câmara Municipal no próximo dia 7 de janeiro, o concurso público para a construção da nova área de receção ao Navio-Museu, enquadrado igualmente na reabilitação do navio e requalificando o espaço envolvente e a zona de acesso.

Fernando Caçoilo espera que, dentro das condicionantes que ainda se vivem no âmbito da pandemia, esta Requalificação do Navio-Museu Santo André possa acontecer até ao final do primeiro semestre, permitindo ter este equipamento acessível ao público no próximo verão.

 

FOTOGALERIA DA VISITA ÀS OBRAS DE REQUALIFICAÇÃO

 

 

 

Siga as notícias da Região Centro no FacebookInstagramTwitter e Youtube

 

 

    

 

 

 

 

Mídia

Deixe um comentário

Últimos artigos

Próximos eventos

O Barbeiro de Sevilha

Data Sex. 07/05 20:30

Facebook

em Arquivo


Sobre nós

A Rede ON CENTRO é uma rede de comunicação e valorização territorial, que visa promover a região Centro, junto do público nacional e estrangeiro.
Aqui poderá aceder a informação da maior região do país, composta pelos distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu.

[Saber+]

 


Contactos

Morada:
Rua Simões de Castro, nº 170, 5º B 3000-387 Coimbra

Email:
geral@on-centro.pt
agenda@on-centro.pt

Telefone:
+351 239 821 655 | +351 933 075 555

 

 

Newsletter

Fique a par das novidades da região.

 

Subscrever


Redes Sociais

Other languages

ptzh-CNenfrdeitjakorues